AFRO XXI – SALVADOR 2011

Publicado: 20/11/2011 em Entrevistas
Tags:,

Presidente Dilma se reúne com chefes de Estado no Afro XXI

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, participou na manhã deste sábado (19/11), em Salvador, juntamente com outros chefes de Estado e Governos, do Encontro Iberoamericano de Alto Nível em Comemoração do Ano Internacional dos Afrodescendentes. O evento aconteceu no Palácio Rio Branco, no Pelourinho, com a presença do presidente do Uruguai, José Mujica; do Cabo Verde, José Carlos Fonseca; da República do Guiné, Alpha Condé, além do vice presidente da Colômbia, Angelino Garzón.

Representantes da Costa Rica, Cuba, República Dominicana, Peru, Angola, Benin e Haiti também participaram da reunião. Estiveram presentes ainda o titular da Secretaria Geral Ibero-Americana, Enrique Iglesias; o governador da Bahia, Jaques Wagner, e o prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro.

Dilma Rousseff abriu o Encontro ressaltando a contribuição dos afrodescendentes na construção da identidade dos países presentes ao Afro XXI e principalmente no Brasil, onde, segundo o último censo, mais de 50% da população se reconhece como afrodescendente. Para a presidente, a fato de sermos um dos países com maior população vinda da África se faz visível na nossa cultura e nas atividades cotidianas. “Esse encontro é, para nós, muito importante, porque nele encontramos também um pouco com nós mesmo”, afirmou.

Ao final das exposições do resultado dos debates e da fala dos demais chefes de Estado e Governo, a presidente, falou sobre as ações afirmativas adotadas pelo Brasil para vencer a desigualdade e reparar a falta de oportunidades para a população afrodescendentes. Dilma disse ainda que o seu governo vai apostar na valorização do trabalho, redução da pobreza e valorização das mulheres e outras minorias como principais forma de promover o desenvolvimento do país. “No Brasil, a pobreza tem uma face negra e feminina e muitas vezes infantil. Enfrentar esta questão é um dos compromissos do meu governo, como continuidade do governo do presidente Lula”, declarou.

Carta de Salvador

A reunião dos chefes de Estado é a principal atividade do último dia do Encontro Ibero-americano do Ano Internacional dos Afrodescendentes (Afro XXI), que desde a última quinta-feira reúne representantes dos movimentos sociais e dos governos de países da América Latina, Caribe e África para debater novas estratégias para o avanço da igualdade no mundo e os rumos da causa antirracista.

A partir das discussões da sociedade civil, iniciadas na quarta-feira com o encontro dos movimentos sociais brasileiros, foi redigida a Carta de Salvador. O documento foi lido pela representante do segmento tad, Epsy Campbell Barr, na reunião com os chefes de Estado e pede a adoção de medidas que garantam os direitos os direitos da população afrodescendente, principalmente das mulheres, jovens, comunidades tradicionais e vítimas de desastres climáticos.

A Carta pede também a criação de um Fundo Internacional de Desenvolvimento Econômico para as populações afrodescendentes, voltado exclusivamente para ações de educação e cultura, com recursos compartilhados entre os países membros. Sugere ainda a implantação de um Fórum Permanente de interlocução entre os governos e a comunidade afrodescendente dos países da diáspora, dentro da estrutura da Organização das Nações Unidas – ONU.

De Salvador,
Eliane Costa

Fonte: http://www.vermelho.org.br/ba/noticia.php?id_noticia=169017&id_secao=58

***AKOMABU STUDIO AFRO***

Belém-Pará-Brasil

Contato: (091) 81866008

Email: akomabu@live.com

Twitter: @Akomabu

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s